Sucuri de 06 metros foi encontrada por pescadores em Itacaré.


Uma sucuri de aproximadamente 6 metros foi encontrada por pescadores na Praia da Coroinha na tarde desta quarta-feira (26) em Itacaré.

Logo após ser encontrada, a cobra foi levada pelos pescadores a um local isolado, para que não sofresse qualquer tipo de agressão. E logo depois transportada para o Parque Ecológico “Serra do Conduru” e devolvido a natureza por Técnicos do IBAMA e da Policia Militar Ambiental.

A cobra possivelmente veio arrastada pela correnteza do Rio de Contas (maior rio totalmente baiano), que deságua na Praia da Cocha, que fica próximo ao local. É comum principalmente nestes períodos de fortes chuvas, cobras como jibóias e sucuris serem avistadas na orla da cidade em meio às plantas aquáticas, conhecidas como baronesas. (Ubaitaba.com/Itacaré Urgente).

Congresso mantém todos os vetos presidenciais, inclusive o da criação de novos municípios.


O Congresso manteve os 38 vetos da presidente Dilma Rousseff a projetos de lei, analisados nesta terça-feira (25). A decisão foi anunciada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, no início da sessão do Congresso desta quarta-feira (26). A apuração foi encerrada na manhã de hoje. Foram apuradas  325 cédulas na Câmara dos Deputados e 42 cédulas no Senado Federal — a votação englobou os 314 dispositivos vetados em 38 projetos. A votação dos vetos limpou a pauta e abriu caminho para a votação do PLN 36/2014, que flexibiliza a meta do superávit primário do governo federal deste ano na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014.

Vetos mantidos:

De acordo com Renan Calheiros, nenhum dos vetos alcançou a maioria absoluta exigida para a derrubada em cada uma das Casas, ou seja, pelo menos 257 deputados e 41 senadores. É o caso, por exemplo, do que rejeitou integralmente as novas regras para a criação de municípios (PLS 104/2014– Complementar). Originado no Senado e aprovado definitivamente em agosto, o projeto foi uma segunda tentativa de regular a matéria, após uma proposta anterior também ser vetada pela Presidência da República. — Sessão difícil, quórum apertado, e de uma só vez o Congresso teve que apreciar 38 vetos que estavam acumulados. Tentamos reunir 13 vezes  para o Congresso para limpar a pauta e apreciar esses vetos, mas não foi possível antes. O Congresso decidiu pela manutenção de todos os 38 vetos — disse Renan.


Deputados e senadores também decidiram manter o veto total que sofreu o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 78/2014, que alterava a Lei 12.030/2009 para incluir os papiloscopistas entre os peritos oficiais. Entre os vetos mantidos (veja a pauta completa), também está uma mudança feita pela presidente Dilma Rousseff ao projeto de Minirreforma Eleitoral (PLS 441/2012, transformado na Lei 12.891/2013. Ela vetou o parágrafo que proibia o uso de propaganda em bens particulares, como placas, cartazes, bandeiras, pinturas, cavaletes e bonecos. Com o veto, esse tipo de propaganda foi utilizado nas últimas eleições. Outro veto mantido é referente ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) 323/2009, que autoriza o Executivo a criar os conselhos regionais e federal de zootecnia. O projeto foi vetado integralmente pela Presidência sob a alegação de inconstitucionalidade e vício de iniciativa, já que a proposta para criação de conselhos e federações deve partir do Poder Executivo. O Congresso também decidiu pela manutenção do veto ao PLC 105/2012, que determina que a cada cinco anos os motoristas devem receber treinamento especializado e reciclagem em cursos específicos de condução de veículos de emergência. Os cursos seriam custeados pelo empregador. O projeto também previa seguro para cobertura de riscos inerentes à atividade. A Presidência impôs veto total ao projeto por crer que a proposta estabelecia restrições excessivamente onerosas, sobretudo para pequenos municípios e empregadores. Informações da Agência Senado.

Congresso Nacional vota 38 vetos presidenciais e limpa a pauta.

Sessão para análise dos vetos presidenciais 
durou mais de seis horas.

Em clima de embate entre a base governista e a oposição o Congresso Nacional concluiu, nesta quarta-feira (25-11-14), a análise de 38 vetos da Presidente Dilma Rousseff a projetos de lei, após mais de seis horas de discussão e votação. Entre os vetos analisados (veja a pautacompleta), um dos mais polêmicos é o que rejeitou integralmente as novas regras para a criação de municípios (PLS 104/2014 – Complementar). Originado no Senado e aprovado definitivamente em agosto, o projeto foi uma segunda tentativa de regular a matéria, após uma proposta anterior também ser vetada pela Presidência da República. Mais uma vez, vários parlamentares pediram a derrubada do veto. Deputados e senadores decidiram também sobre o veto total que sofreu o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 78/2014, que alterava a Lei 12.030/2009 para incluir os papiloscopistas entre os peritos oficiais.

Superávit:

O anúncio do presidente do Congresso, Renan Calheiros, de que a votação seria feita por cédulas, nas quais cada parlamentar assinala seu voto a favor ou contra o veto, foi criticada pela oposição que exigiu a votação nominal de cada um dos vetos. Todos os vetos precisavam ser votados para limpar a pauta antes do PLN 36/2014, que trata da mudança no cálculo da meta fiscal. O projeto permite ao Executivo abater da poupança fiscal todos os gastos realizados com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e as desonerações de tributos concedidas ao longo do ano.

Renan Calheiros disse que com a liberação da pauta do Congresso, a votação do projeto e outras propostas de crédito orçamentário ficarão para esta quarta (26). - Nós marcamos uma sessão para amanhã, ao meio-dia, para continuar a apreciação das matérias que estão tramitando no Congresso Nacional, principalmente as orçamentárias que têm prazo até 20 de dezembro - informou.

Debate:

A proposta de alteração da meta do superávit foi classificada como "lei de anistia" e "crime de responsabilidade fiscal" por parlamentares da oposição que acusam o governo de fazer uma manobra para agilizar a votação dos vetos. Durante a discussão, os senadores Aécio Neves (PSDB- MG), Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e José Agripino (DEM-RN) e os deputados Mendonça Filho (DEM-PE) e Antonio Imbassahy (PSDB-BA) manifestaram a intenção das lideranças em obstruir a votação. Os tucanos também prometeram levar o caso à Justiça.

– É um projeto que a presidente está enfiando goela abaixo dos parlamentares para se eximir de cumprir a meta de 2014, para que o Congresso lhe dê um aval antecipado para o descumprimento da Lei – disse Aloysio Nunes. A senadora petista Gleisi Hoffmann (PR) destacou que se trata de um embate político, não técnico. Ela defendeu a votação das matérias pendentes e afirmou que o regimento foi cumprido. Para o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), foi expresso à vontade da maioria no Congresso e também respeitado o direito da minoria. – Esta é a 11º sessão convocada para debater e tentar votar esses vetos e agora é que eles vêm questionar o processo de votação?  Durante toda a sessão as questões de ordem foram apresentadas e respondidas, e aquelas que porventura o autor não aquiesceu com a decisão da Mesa ele tem todo o direito de recorrer – argumentou.

Votação:

Às 21h25min foi concluída a votação dos vetos presidenciais com o mínimo necessário de 41 votos dos senadores e 257 votos dos deputados. As urnas com as cédulas foram lacradas e encaminhadas para apuração pela Secretaria Especial de Informática do Senado Federal (Prodasen). Um grupo de parlamentares foi indicado para compor a comissão que vai acompanhar a contagem e verificação dos votos. A apuração deve terminar na madrugada desta quarta-feira (26) e será divulgada no início da manhã. Com informações da Agência Senado.

Atleta jequieense é campeã Sul-americana de Judô em Lima/Peru.

Gabrielle Santos sendo premiada.

A atleta que reside em Jequié/Bahia/Brasil, Gabrielle Santos do Judô Lucas Santos, conquistou a medalha de Ouro no Campeonato Sul-Americano de Judô em Lima/Peru.

O evento foi realizado dia 22 de Novembro de 2014. A atleta Gabrielle foi vice-campeã Brasileira no estado de Macapá/AP no mês de agosto, onde garantiu a classificação para o Sul-Americano. A mesma para ter participado da competição contou com o apoio do Jambo Supermercados, Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Jequié, Mistura Deposito de Bebidas LTDA e Federação Baiana de Judô. O Técnico da competidora é o Professor Lucas Santos.

Muitos devem está se perguntando: “por que o Blog Taboquinhas Informa postou sobre a jequieense”? Aí lhes respondemos: “a campeã é filha de uma Taboquinhense, que se chama Gel Luz, e atualmente mora em Jequié, Gel é filha de Seu Salomão, que mora na Rua Padre Edgar, em Taboquinhas”.

Gabrielle Santos competindo.
Gabrielle Santos comemorando.
Equipe Brasileira de Judô.